top of page

Aprenda Brainstorming com Dr.House

Atualizado: 29 de jan. de 2021

Muitos de nós conhecemos ou já ouvimos falar da técnica de Brainstorming, ou no bom mineireis: toró de miolo. A técnica é relativamente simples e talvez seja justamente por conta disso que tenha virado um jargão para um simples: bate papo em grupo. Se você tá acostumado com o toró de miolo sendo um belo bate papo, talvez seja a hora de aprender com nosso ranzinza favorito: Doctor Gregory House.

Na série House vemos um doutor genial cruzando dados nada óbvios para retirar diagnósticos raros e salvar vidas. House tem seu processo próprio de criatividade, muito regado à vicodina diga-se de passagem, mas o que fica sublinhado entre um episódio e outro é que a bengala de apoio à sua genialidade está apoiada na sua equipe. Na medida em que vamos acompanhando a série percebemos que cada satori do protagonista sempre vem de um momento de descontração ou de um momento debatendo/conversando sobre um assunto aleatório, quase sempre relacionado à sua própria vida. Então qual é o segredo de Gregory House?

“Came on guys"

1- Escolha um tópico

Pode parecer simples, mas na verdade é um dos passos mais importantes. Ao longo da série vemos a equipe se debruçando sobre os possíveis diagnósticos: Câncer, Auto-imune, Virus, Bactéria entre outros. Essa é uma das partes mais importantes, por mais que o tema sempre seja o mesmo: diagnosticar para salvar vidas, o tópico é por onde se darão a maioria das ideias

“You wanna give me that black marker?”

2- Gere novas ideias

Por mais que constantemente House critique as ideias do seu time, por conta de seu comportamento tóxico, ele não é capaz de diagnosticar sem elas. Ele já demonstrou que não precisa nem mesmo ser médico para ajudar ele a ter essas ideias, performando seu brainstorming com crianças em um avião ou até mesmo com o faxineiro. O objetivo é ter a maior diversidade de ideias possíveis. É importante nesse ponto deixar o time livre e longe de críticas, de modo a incentivar a criatividade.


Nesse ponto é importante ter um quadro de anotações onde todos possam colocar suas ideias e que tais ideias possam ser revisadas. Outra técnica que House utiliza nesse processo é de usar analogias, saindo do contexto do diagnóstico. Analogias constantemente nos ajudam a ter soluções mais criativas para problemas complexos, pois nos ajudam a enxergar fora do âmbito técnico, então escolha seu assunto favorito e passe a utiliza-lo nas suas seções de Brainstorm

“Give me your ideas, so I can mock them and embrace my own”

3- Reagrupe as ideias

Aqui vai um spoiler e talvez uma lição de “o que não fazer”. Durante o reagrupamento das ideias é importante que o time se sinta livre para discutir os pontos que achar interessante, mas sem criticismo. Também é interessante ter um mediador, que guie o grupo durante a revisão e que de forma alguma aja como um dominador or de forma arbitrária. Na série vemos que por vezes house critica de forma jocosa e ácida as ideias de seu time, e que sempre domina essa parte de revisão, no melhor estilo autocrático. Falta pro house talvez uma comunicação não violenta,


Porém vimos que ao longo da série ele passa a respeitar mais o trabalho do time e as ideias que os membros vão tendo, dando cada vez mais espaço para que o reagrupamento seja feito de forma harmoniosa, claro que toda vez que isso acontece o time desconfia que House tenha tomado algo mais pesado que Vicodina, mas na verdade isso faz parte do seu processo de amadurecimento.


“For a moment there, I though you were smart”

4 - Valide as ideias

Aqui vai a última e mais importante parte do Brainstorm: a validação de ideias, durante todo o processo as pessoas ficaram livres para pensar e gerar os assuntos mais diversos possíveis, mas agora é hora de convergir em algo útil. Nesse processo o time passa a utilizar técnicas de validação, como votação, experiência de especialistas, ou até mesmo testes laboratoriais. A parte de validação pode dar origem a etapas de teste, prototipação, interação ou até mesmo uma combinação de todas essas técnicas com o usuário


Vale notar que o House também é um amante de Blues e Jazz, e já discutimos antes o efeito da música na criação de novas ideias, e você também consegue ver muito disso na série. Seguir os passos listados talvez não te transformem no mago dos diagnósticos, mas com certeza fará você ter mais sucesso nas novas ideias com seu time.